Luigi Nero é uma pequena homenagem às mais chatas contactantes do Inov Contacto 10: as duas Martas (que vão para bem longe, Moçambique e Austrália) e a Ana (que vai para a Roménia). Foram elas que começaram a chamar-me Luigi Nero.

.posts recentes

. Onde estive nos últimos f...

. Simpsons à italiana!

. Dulce Pontes na Piazza de...

. Matera e Apúlia (2)

. Matera e Apúlia (1)

. Luigi Nero como Luis Prie...

. No metro!

. O outro Luigi Nero!

. Eu e Colin Edwards!

. Costa Amalfitana e Capri!

.arquivos

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

Quarta-feira, 21 de Fevereiro de 2007

Boa adaptação? Acho que sim.

Este post diz respeito ao dia 11 de Fevereiro (Domingo).

Esta semana passou-se bem. Entre o estágio, jantares com os dois portugueses, aulas de italiano.

O fim-de-semana também foi bom. Ontem, sábado, não esteve muito bom tempo. À noite fui ao concerto na Igreja de Santo António dos Portugueses. Lindíssimo outra vez. A música ganha uma dimensão celestial com a acústica da igreja. Desta vez, foi coro e instrumentos.

Depois, fomos dar uma volta entre a Piazza Navona e Campo di Fiori. Chegámos a ir a Trastevere só de passagem para ver o ambiente. Roma promete com a chegada do bom tempo. Imensas esplanadas nas ruas. Nesta altura, aquecem a noite com uns aquecedores exteriores.

Parámos num pequeno bar para comer umas bruschette e beber uma garrafinha de vinho da Sicília. O Rui é especialista em vinhos. Eu, um mero aprendiz (ainda não eduquei as pupilas gustativas).

Hoje fui novamente ao IKEA fazer mais uma compras. Um tapete, uma taça, um copo, algumas velas, etc. À tarde, fui à missa em português. Depois, voltamos a jantar com o Monsenhor. É fácil conversar com ele. Descobrimos que temos um conhecido em comum: o pároco da Sé de Castelo Branco, padre Martinho. O mundo é pequeno.
publicado por luiginero às 23:13
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De Vlada a 27 de Fevereiro de 2007 às 08:34
Ora ora... quem diria que o Luigi Niero era um católico tão fervoroso!
Mas enquanto eu não apareço por ai... para te ver e conhecer Roma, educa bem as papilas gustativas, para depois me saberes aconselhar.
Saruta.
De luiginero a 28 de Fevereiro de 2007 às 00:12
Não sou assim tão católico. Acho que é muito bom ouvir falar português mesmo que seja numa missa. Só isso. Já não ia a uma missa há 10 anos, por isso vês o tipo de católico que sou.

Tenho-me lembrado de ti. O que não faltam aqui em Roma são romenos.

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds